Como desenvolver a inteligência emocional do seu filho desde cedo

 

O que é inteligência emocional? Essa é a capacidade que desenvolvemos para reconhecer as diferentes emoções e conseguir administrá-las da melhor maneira, sem passar por grandes sofrimentos. Você sabia que é possível instigar essa habilidade desde cedo em seus filhos?

Apesar de parecer simples, essa não é tarefa fácil. Ter esse mecanismo desde cedo ajuda seu filho a tornar-se mais confiante e habilidoso para lidar com o medo e a insegurança. Sentimentos, estes, corriqueiros na vida de todos nós.

Diz o senso comum que inteligência emocional é uma habilidade nata. Mas, hoje em dia, sabemos que todo mundo pode desenvolvê-la em qualquer estágio da vida. Quanto mais cedo esses pontos são abordados, mais fácil se aprende como desenvolver a inteligência emocional.

Mas, afinal, como desenvolver a inteligência emocional nas crianças? É sobre isso que vamos falar no artigo de hoje, acompanhe!

Como desenvolver a inteligência emocional?

Ao longo do tempo, você irá perceber que a inteligência emocional, trabalhada desde cedo, ajudará seu filho a lidar melhor com sentimentos, como a frustração. Isso torna a vida mais leve e flexível. Confira algumas dicas práticas e comece a trabalhá-las com as crianças agora mesmo. Mas, lembre-se: os pais também precisam ter paciência nesse processo.

1- Conheça mais seu filho

Entenda do que a criança gosta e do que não gosta, assim como o que a deixa feliz e o que a incomoda. Os laços afetivos exigem que você tire um tempo para mantê-los fortes, por mais corrido que seja o seu dia a dia. Por isso, é importante parar um momento para bater um papo com seu filho sobre seus gostos, desejos e sonhos.

2- Elogie antes de criticar

Quando se trata de emoções, a ordem dos fatores muda - e muito - a percepção das coisas. Antes de acusar seu filho ou apontar algum erro que ele tenha cometido, lembre-se de elogiá-lo pelo que ele fez de bom. Fazendo isso, você altera a percepção de um ambiente de tensão para uma zona mais amigável.

3- Não seja o pai ou a mãe imbatível

É importante que seu filho saiba que você também comete erros, tem falhas e dificuldades. Assim, você se torna um exemplo acessível, possível de ser seguido. Também humaniza e estreita a relação entre vocês.

4- Traga surpresas à relação de vocês

Regras podem ajudar a rotina a ser mais fácil, certo? Mas, ter uma relação leve com as crianças também traz muitos benefícios! Tenha a rotina diária. No entanto, uma surpresinha, às vezes, faz bem. Um passeio no parque, uma ida ao cinema, dormir um pouco mais tarde ou repetir a sobremesa são atos simples, que constroem um laço mais próximo e amigável.

5- Não exagere nas cobranças

Cobrança demais pode gerar frustração demais. Isso faz com que a autoestima do pequeno vá lá para baixo. Além disso, sugere que ele se sinta incapaz de corresponder às suas expectativas. A baixa autoestima pode atrapalhá-lo em sua busca por seus objetivos quando for mais velho.

E então, o que você achou das dicas sobre como desenvolver a inteligência emocional do seu filho desde cedo? Deixe aqui nos comentários opiniões, dúvidas ou sugestões!