Como preparar meu filho para uma mudança de escola?

Todos sabemos que a fase de adaptação é algo muito forte na vida dos filhos. Nem sempre a mudança de escola é algo tranquilo. Afinal, isso envolve um universo novo: professores, amigos, ambiente, regras, conteúdo didático... Ou seja, tudo o que será novidade na vida do estudante.

A etapa de preparação passou. Você pesquisou, escolheu, visitou diversos colégios e está certo(a) de sua escolha. Mas, é importante lembrar que a decisão tomada foi sua e que isso trará mudanças na vida de seu(ua) filho(a). No entanto, se tal mudança de escola for vivida de uma forma tranquila e gratificante, dará certo.

O receio da mudança de escola está diretamente relacionado com a questão de segurança afetiva e emocional dos pequenos. Sendo assim, o que você pode fazer para que tudo corra bem nesta época de transição?

Preparando seu(ua) filho(a) à mudança de escola

Existem alguns fatores para que a mudança de escola não seja algo traumatizante na vida da criança ou do adolescente. Basicamente, trata-se de um processo de adaptação que se desenvolve de forma gradativa. Ou seja, implica em níveis. Conheça um pouco sobre eles:

1- Converse com seu(ua) filho(a)

Seja sincero(a), não dê voltas. Informe-o(a) sobre a mudança, e que a mesma pode ocorrer antes do fim do ano letivo. Lembre-se de que este não é um momento de negociação: a sua escolha já foi feita.

2- Entenda o que eles sentem

Se você notar que o(a) seu(ua) filho(a) é muito apegado(a) aos educadores e aos amigos, dê importância a isso. Diga que sabe o quão importante estes são e que o contato com eles não será interrompido. Além disso, afirme também que é possível revê-los e manter contato. Se for necessário, dê espaço a ele(a) e tenha a certeza de que tudo ocorre naturalmente.

3- Visite a nova escola

Dê uma volta em torno do prédio da nova escola. Se for possível, entre. Apresente para os pequenos o interior e explique quais as novidades, assim como a forma com que podem ajudar. Saber onde estará no futuro é algo confortante e que traz segurança.

4- Dialogue sobre a escola e as aulas

Não vá direto para o assunto. Converse com seu(ua) filho(a), tentando não demonstrar sua ansiedade e, aos poucos, faça perguntas relacionadas à nova escola. Passar segurança e confiança nesta etapa significa que não há motivos para a criança ou o adolescente sentir preocupação.

5- Acolha e respeite os sentimentos

Caso perceba que seu(ua) filho(a) sofre e sente falta do antigo ambiente, tenha paciência: isso é algo comum para todos. Pergunte se ele(a) deseja ver os amigos da outra escola ou até visitar os professores anteriores.

6- Incentive novas amizades

Em todas as fases da vida, conhecer novas pessoas é um grande presente. Pergunte sobre os novos amigos, tente marcar um encontro na sua casa. Um cinema, um parque ou uma tarde de vídeo game pode criar laços de amizade que proporcionarão conforto e segurança aos seus filhos.

Então, você está preparado(a) para a mudança de escola de seu(ua) filho(a)? Seguindo as etapas que abordamos neste post, é provável que tudo corra bem. Mas, não se esqueça de que cada pessoa tem um determinado período para aceitar as novas realidades. O amor e o carinho são aspectos essenciais para que esse processo aconteça de forma agradável!

Este artigo foi útil? Visite nosso blog e fique por dentro de dicas sobre educação na infância.