O que é déficit de atenção e quais os seus sintomas

Você, como pai ou mãe, anda preocupado com o desenvolvimento de seus filhos na escola e tem observado alguns comportamentos não usuais? Já parou para pensar que algo muito comum entre as crianças pode ser a realidade de seus pequeninos? Sabe o que é déficit de atenção? Caso ande cheio(a) dessas dúvidas, se acalme! Neste post, vamos explicar o conceito de TDAH, quais são os seus sintomas e de que forma é possível tratá-lo.

Afinal, o que é déficit de atenção?

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é algo neurobiológico que surge na infância e que, na maioria dos casos, acompanha a pessoa ao longo de toda a sua vida. As características do TDAH são compostas por um conjunto de sintomas, sendo eles:

  • Desatenção;

  • Hiperatividade (inquietude motora);

  • Impulsividade predominantemente em momentos de necessidade de atenção e foco, conhecida por muitos como DDA (Distúrbio de Déficit de Atenção).

Leia também: TDAH: Descubra de forma fácil se uma criança ou adolescente possui algum dos sintomas.

É muito importante que os pais estejam cientes de que TDAH não se trata de uma doença. Sendo assim, não existe “cura” para este problema, mas sim tratamentos para se adequar à convivência.

A prevalência do TDAH gira em torno de 3 a 5% das crianças no país, dados oferecidos e coletados pela própria Associação Brasileira de Déficit de Atenção. Entre os adultos, essa abrangência está em torno de, aproximadamente, 4%.

Agora, já sabemos o que é déficit de atenção e quais são os seus principais sintomas. E então, como os pais podem ajudar seus filhos a lidar com o problema? Fiquem tranquilos! Reservamos algumas informações valiosas para enfrentar esta realidade.

Hoje, vamos falar sobre os 11 mandamentos para lidar com crianças que possuem TDAH.

11 Mandamentos

  1. Reforce o que tem de melhor em seu filho(a);

  2. Não compare seus filhos uns com os outros. Cada criança mostra comportamentos diferentes para situações específicas;

  3. Procure informar à criança como se sente e pergunte como ela está se sentindo;

  4. Aprenda a controlar sua falta de paciência. Os menores não possuem culpa alguma por isso;

  5. Estabeleça regras e limites - lembre-se de que eles valem também para você, não apenas para as crianças;

  6. Não busque a perfeição nas coisas feitas por seu filho(a);

  7. Não cobre resultados, mas empenho e dedicação;

  8. Elogie sempre! O estímulo nunca é o suficiente. A criança deve captar que você está ciente do quanto se empenha para vencer a falta de atenção, controlar a ansiedade e manter o motor nuclear sobre controle;

  9. Deixe regras e limites bem claros, reforçando sempre que for necessário. Mantenha elas “frescas” na memória de seus pequenos;

  10. Seja claro(a) e direto(a). Se comunique frente a frente e olho no olho;

  11. Considere a idade das crianças. Tome cuidado para não exigir além do que elas são capazes.

Sabendo o que é déficit de atenção e tendo conhecimento desses mandamentos, você já pode treiná-los em casa com o(a) seu(ua) filho(a) que sofre de TDAH. Mas, lembre-se: dada a apresentação destes sintomas, busque o auxílio de um profissional que seja especializado e qualificado, pois somente ele entenderá realmente quais são as necessidades da criança.

Leia também: TDAH na escola: Qual é o papel dos educadores na inclusão de alunos hiperativos

Este artigo foi útil para você? Acesse nosso blog e descubra mais sobre comportamento e aprendizado para suas crianças