6 dicas para ajudar na adaptação escolar do seu filho

A adaptação escolar nem sempre é fácil para as crianças. Seja porque ela acabou de começar a ir para a escola ou devido a mudança de uma instituição para outra, elas precisam adequar sua rotina sem que isso cause angústia ou ansiedade.

Caso comecem a estudar em uma escola com perfil diferente de ensino, ainda precisam se adaptar às novas regras e aos colegas. Missão, esta, que deve ser trabalhada em conjunto. Ou seja, os pais precisam participar para que os filhos lidem melhor com as novidades.

Veja a seguir cinco dicas para que a adaptação escolar seja a mais tranquila possível.

5 dicas para tornar a adaptação escolar mais tranquila para a criança

1 – Tente manter a rotina

A rotina é muito importante para as crianças, pois transmite conforto e segurança para elas. Caso um ambiente novo seja introduzido em uma rotina organizada, o impacto acaba sendo menor.

Portanto, o ideal é não alterar o horário das refeições, do sono e das brincadeiras, por exemplo. Assim como a forma com que a criança se desloca para a escola. Se é um dos pais que leva e busca, também procure manter.

2 – Converse com a criança em todas as etapas

Antes do início das aulas, comece a conversar com o seu filho e quem, sabe, visitem o colégio juntos para que ele já se adapte ao caminho que será feito diariamente. Caso a instituição seja nova, reforce os aspectos positivos dessa mudança, como:

  • Crescimento;

  • Amadurecimento;

  • Novas aventuras;

  • Possibilidade de fazer novos amigos.

Puxe conversa sobre o assunto e, principalmente, permita que a criança demonstre seu sentimento – sem o reprimir. Esse diálogo ajuda a minimizar a ansiedade e qualquer outro medo que ela tenha.

3 – Não transmita sua insegurança para a criança

Não é somente as crianças que têm dificuldade com a adaptação escolar. Os pais também podem se sentir inseguros e preocupados. 

Apesar de comum, é ideal não transmitir essa insegurança para as crianças, pois pode dificultar ainda mais o processo. Portanto, na hora de se despedir, segure o choro e procure demonstrar otimismo.

4 – Não faça associações ruins 

Por mais que a experiência da criançada com a escola seja boa, se os pais fizerem pequenas associações ruins, o cenário pode mudar. Falar, por exemplo, que se o seu filho continuar fazendo birra, irá deixa-lo na escola, o local acaba ganhando status de castigo.

Mudar a rotina bruscamente devido a escola também pode gerar efeitos negativos. Se o seu filho é da geração alpha, que é altamente tecnológica, proibi-lo de mexer em eletrônicos porque precisa acordar mais cedo pode ser visto como castigo – e igualmente vinculado ao colégio. Vá com calma e prefira sempre o diálogo.

5 – Envolva a criança nos preparativos

Uma dica para que os pequenos vivenciem o clima escolar antes mesmo das aulas começarem é envolvê-los em todos os processos. Desde comprar os materiais escolares, arrumar a mochila e separar o uniforme.

Participar dessas atividades faz com que a criança se sinta parte de tudo isso, tornando a adaptação escolar mais natural.

Gostou deste artigo? Continue no nosso blog e confira outros conteúdos.