Escola bilíngue ou curso de inglês: qual é a melhor opção?

É cada vez mais importante ter fluência em uma segunda língua - principalmente, em inglês. Pessoas bilíngues têm mais facilidade ao encontrar boas oportunidades profissionais e subir na carreira. Além disso, possuem uma formação cultural mais rica, tornando-se mais adaptáveis a transformações e novas perspectivas.

Pensando no futuro dos seus filhos, muitos pais ficam em dúvida entre escola bilíngue ou curso de inglês. Ambas as alternativas oferecem benefícios para o aprendizado das crianças. Porém, possuem características específicas - o que pode facilitar ou não o entendimento do novo idioma.

Como escolher entre escola bilíngue ou curso de inglês?

Se você quer saber se escola bilíngue vale a pena ou se é mais seguro apostar nas instituições que oferecem somente o ensino do idioma, fique com a gente! Vamos explicar como funcionam as aulas nesses dois formatos e os benefícios de cada um.

1. Escola de inglês: inglês como objetivo

Nos cursos de inglês tradicionais, o idioma é considerado a meta - e não uma ferramenta. Ou seja: seu objetivo é que o aluno saia falando inglês. Por este motivo, as aulas são focadas em gramática, ortografia e, com o tempo, em interpretação de texto.

Como as aulas possuem dias e horários específicos, o contato com o idioma é periódico, porém menos intenso. O aprendizado ocorre enquanto a criança está em sala de aula ou realizando as tarefas de casa.

Por um lado, esse formato de ensino pode ser benéfico porque suaviza a pressão de aprender outro idioma, já que ele está presente apenas em alguns momento do dia. Entretanto, o aprendizado pode se tornar engessado e, ao mesmo tempo, menos atrativo.

Assim, para quem está em dúvida entre escola bilíngue ou curso de inglês, é preciso ter algo em mente. Nesse formato, a fluência vem, mas a tendência é que seja um processo mais lento e demande esforço da criança. Afinal, ela está aprendendo o inglês através de regras, e não a se comunicar e se expressar no novo idioma.

2. Escola bilíngue: inglês como ferramenta

Na escola bilíngue, a fluência em inglês continua sendo o principal objetivo. Porém, o idioma é utilizado também como uma ferramenta de aprendizado e está totalmente inserido na rotina do aluno.

Ele passa a conviver com o novo idioma não somente nas aulas de inglês, mas em outras atividades, como durante as brincadeiras. E, também, nas demais áreas do conhecimento, como Artes, Ciências e Matemática.

A exposição e interação constantes tornam o aprendizado mais natural e divertido, fazendo com que as crianças aprendam a usar o inglês. E, com isso, atinjam uma fluência mais rica e completa.

Há outro fato que demonstra como a escola bilíngue vale a pena: a questão financeira. O projeto já está incluso na mensalidade da escola e, no fim, pode ficar mais em conta. Isso porque, diferentemente dos cursos de inglês, não é preciso pagar um valor a mais para oferecer esse aprendizado às crianças.

Com essas informações, é mais fácil escolher entre escola bilíngue ou curso de inglês? Aproveitando o assunto, nós temos uma novidade para contar! A partir de 2020, o Colégio Erasto irá começar o seu projeto bilíngue, em parceria com a International School.