6 hábitos para estimular a criatividade do seu filho

Estimular a criatividade na infância é essencial. Isso porque crianças que possuem a imaginação aguçada tendem a se tornar adultos mais seguros, inovadores e com maior facilidade de resolver problemas.

Apesar de ser considerada um talento, a criatividade pode ser desenvolvida e estimulada através de algumas atitudes no dia a dia. Logo, a família possui um papel central para que a criança externe todo o seu potencial criativo.

Confira abaixo como estimular a criatividade dos pequenos. Você verá que são ações simples, porém muito eficientes.

6 dicas para estimular a criatividade do seu filho

1 – Sempre apresente coisas novas

Apresentar coisas novas e incentivar as crianças a fazerem atividades comuns de maneira diferente é estimulante e, ao mesmo tempo, divertido. Seguindo a cultura maker, você pode, por exemplo, lançar desafios e instigar seu filho a colocar a mão na massa para resolver. 

2 – Transforme atividades de rotina em momentos lúdicos

Fazer aviãozinho na hora de comer é um exemplo de como a ludicidade pode ser útil para estimular a criatividade das crianças e, ao mesmo tempo educá-las. Isso porque elas vinculam determinadas atividades à brincadeira, tornando mais fácil o seu entendimento.

Inclusive, qualquer brincadeira inserida no dia a dia é muito benéfica, principalmente as exploratórias e que despertam o desejo de criar e modificar.

3 – Estimule o hábito do questionamento

Mais do que saber a resposta, é importante que as crianças sejam capazes de realizar perguntas para obter conhecimento. Por isso, é essencial encorajá-las a questionar, pensar de forma independente e expor suas ideias.

Lembre-se que toda pergunta deve ser tratada como algo importante. Caso contrário, aos poucos, a criatividade da criança vai sendo minada. Inclusive, censuras e críticas podem provocar insegurança, baixa autoestima e medo de se expor no futuro.

4 – Mas permita que a criança chegue em conclusões sozinhas

Por mais que seja comum os pais quererem dar todas as respostas aos filhos, é interessante devolver a pergunta para eles, a fim de estimular também a sua capacidade de reação.

Ao invés de responder imediatamente, por exemplo, pergunte qual a resposta que eles acham que é a correta. Caso não saibam, dê dicas e conselhos, mas deixe que cheguem em suas próprias conclusões.

5 – Incentive hobbies e habilidades que surgem naturalmente

Quanto mais próxima a criança fica daquilo que ela gosta, mas vai querer aprender, descobrir coisas novas e experimentar. Se ela gosta de cantar, por exemplo, convide a se apresentar para a família e estimule a cultivar esse hobbie. Ou seja: a não desistir.

Lembre-se que estimular a criatividade não traz apenas animação e motivação para as crianças, mas também influencia diretamente na postura que terão no futuro.

6 – Valorize também o ócio

Ter tempo livre é ótimo para a saúde das crianças. Isso porque é no momento de ócio que a sua imaginação tem mais espaço para funcionar, podendo, assim, criar novas histórias, projetos e brincadeiras para se divertir.

Em contrapartida, é importante ter em mente que criticar em excesso, manter a criança sempre ocupada e transformar celular e tablet em brinquedos minam a criatividade infantil. Prefira sempre adotar uma linha de ensino positiva. 

Que tal colocar em prática o que aprendeu no post de hoje? Conta para gente como foi!