A importância da autonomia nas crianças

Estimular a autonomia nas crianças é fundamental para o seu futuro. Isso porque essa ação é considerada um dos principais pilares do desenvolvimento cognitivo.  

Por mais que alguns pais tenham receio de dar autonomia para os seus filhos desde cedo, recomenda-se que esse processo seja iniciado quando ainda bebês. Mas isso não significa deixá-los tomar decisões sozinhos, apenas permitir que façam escolhas e tentem resolver pequenos problemas.

Desta forma, aos poucos, os pequenos vão se sentindo cada vez mais seguros, confiantes e independentes.

Quer descobrir mais sobre a importância da autonomia nas crianças e ver dicas de como estimulá-las nesse sentido? Então, continue a leitura!

Quais os benefícios de incentivar a autonomia nas crianças?

Um dos principais benefícios é o desenvolvimento cognitivo. Essa função engloba:

  • Raciocínio;

  • Resolução de problemas;

  • Memória;

  • Flexibilidade para realizar tarefas;

  • Capacidade de planejamento;

  • Proatividade em atividades diversas.

Motivar a autonomia nas crianças é uma condição fundamental para a construção da sua personalidade. A partir disso, a tendência é que elas consigam resolver conflitos de forma crítica, empática e assertiva.

Essas habilidades e atitudes são primordiais na vida adulta, o que significa que influenciam diretamente até mesmo o lado emocional e profissional.

Como estimular que seus filhos sejam mais autônomos?

O primeiro passo é permitir que tomem decisões por conta própria. Envolva as crianças em pequenas escolhas do cotidiano, como a roupa que preferem usar ou o livro que querem ler. O ideal é que seja dado um limite de opções para que não se sintam perdidas ou ansiosas.

Esteja ao lado dos seus filhos nesses momentos de adaptação. Incentive-os a fazer tarefas e proponha novos desafios, sempre demonstrando que não há uma imposição.

Durante os ensinamentos, deixe os pequenos cientes dos prós e contras de toda escolha. Caso eles se arrependam da sua escolha, por exemplo, aproveite para ensiná-los a lidar com a frustração. Explique que esse sentimento é normal, e que haverá outras oportunidades para tomar decisões diferentes.

Em todo o processo de desenvolvimento de autonomia nas crianças, é essencial focar na educação positiva. Ou seja: não o critique ou diga “eu te disse”!

Lembre-se que seus filhos estão aprendendo e precisam se sentir seguros para continuar tomando suas decisões. As broncas podem desestimular e fazer com que se tornem adultos inseguros, dependentes da opinião alheia.  

Outra dica muito útil é saber as atividades que as crianças estão aptas a realizar, de acordo com a sua idade. A partir dos 2 anos, por exemplo, elas já são capazes de guardar seus brinquedos, se alimentar e colocar sapatos sem cadarços.

Na faixa etária dos 4 anos, é possível deixar que se troquem e/ou façam a higiene pessoal sozinhos. Assim como arrumar a mochila para a escola e separar roupas sujas das limpas.  

Logo, incentive-os a realizarem essas tarefas. Aos poucos, elas vão se tornar um hábito e a criançada estará fazendo-as sem nem perceber. 

No blog do Colégio Erasto, você confere outros conteúdos relacionados à educação infantil.