A importância do brincar e da brinquedoteca para seu filho

O ato de brincar com a criança vai muito além da diversão, faz parte do desenvolvimento infantil. Sendo assim, é essencial para o desenvolvimento cognitivo e físico dos pequenos. E nem precisamos pensar na infância para nos darmos conta disso. É muito mais fácil aprender algo quando nos divertimos e é por isso que fazemos qualquer atividade muito melhor quando gostamos dela. Siga a leitura para entender a importância do brincar no desenvolvimento mental e cognitivo das crianças e como os adultos podem ajudar nisso.

Qual a importância do brincar para o seu filho?

É com as brincadeiras que as crianças começam a criar algumas ideias de criatividade e aprendem a conviver melhor em sociedade. Também nas brincadeiras aprendem, por exemplo, a lidar com a frustração e passam a entender que não tem problema perder uma disputa, porque podem continuar tentando. Desenvolver a autonomia e conhecer os aspectos culturais de outros lugares também são ganhos que reforçam a importância do brincar.

O desenvolvimento infantil por meio das brincadeiras é uma troca: a criança dá algo e o mundo externo devolve algo. Por isso, brincar é um momento importante para ensinar a criança e ajudá-la a se relacionar com o outro. É a maneira que os pequenos têm de se comunicar e de entender melhor o mundo que os cerca.

As etapas fundamentais da brincadeira de acordo com a idade

Além de reconhecer a importância do brincar, é bastante importante que os pais escolham brincadeiras de acordo com as 4 fases do desenvolvimento infantil da criança. Uma brincadeira em que a criança não tem a menor noção do que está fazendo pode deixá-la muito frustrada. Mas como escolher a atividade mais adequada para cada idade? É sobre isso que falaremos agora!

Crianças de 0 a 2 anos

Compatível com a 1ª fase do desenvolvimento infantil, essa primeira etapa das brincadeiras deve ser caracterizada por explorar os sentidos das crianças. Ela gosta, por exemplo, de imitar as vozes dos adultos. Uma brincadeira ótima, nesse momento, é com massinhas de modelar ou mesmo pintar alguma coisa. Assim, a criança pode tocar nos objetos, sentir que a textura da massa é diferente da tinta e assim por diante.

Crianças de 2 a 7 anos

É nessa fase que a criança passa a se interessar por histórias de faz de conta, fantoches, quer criar desenhos e tudo o que remete a uma simbologia. Ela já é capaz de imaginar, portanto, essas brincadeiras potencializam, consideravelmente, o aprendizado e a descoberta nessa fase. Nas brincadeiras, você pode criar personagens do dia a dia, como o de pai, dos professores e de outros que fazem parte do cotidiano da criança.

Crianças a partir dos 7 anos

É apenas com essa idade que as crianças passam a entender melhor sobre as regras. Por isso, alguns joguinhos de tabuleiro ou algum outro no qual a criança precise criar estratégias. Essas atividades são interessantes porque a criança não pode burlar as regras, como saltar da primeira casa para o ponto final do jogo, e desenvolve o senso dos limites.

Por que optar por uma brinquedoteca?

As melhores escolas possuem uma brinquedoteca com atividades e brinquedos compatíveis com cada fase do crescimento, porque reconhecem a importância do brincar para o aprendizado.

Por isso, antes de matricular os pequenos, venha conhecer a estrutura do nosso colégio, e, em especial, nossa brinquedoteca.