Qual a importância de estimular a sustentabilidade nas escolas?

Em um mundo onde os recursos naturais estão cada vez mais escassos e o meio ambiente sofre processos de degradação, despertar o interesse nas crianças e adolescentes para as práticas de sustentabilidade e consumo consciente é de extrema importância. Nesse contexto, a escola pode exercer papel crucial para a conscientização e formação dos cidadãos do futuro.

Mais do que somente transmitir conteúdos teóricos sobre “ser sustentável”, a instituição de ensino deve promover práticas de sustentabilidade no cotidiano escolar para que seus alunos sejam motivados a criarem hábitos e responsabilidades para ações atuais e futuras. É por meio da internalização dessas atitudes rotineiras que é possível criar uma consciência sustentável nos estudantes – que, consequentemente, será levada para sua família e pelos lugares que frequentam.

A escola e a sustentabilidade

A proposta da sustentabilidade foi um dos grandes ganhos das últimas décadas, que vem trazendo movimentos mais interessantes e viáveis para sua implantação. Entretanto, não basta esperar que somente políticas públicas resolvam o problema, mas sim adotar ações individuais e coletivas de conscientização e mudança cultural.

As escolas têm papel fundamental na educação e informação das crianças e adolescentes, oferecendo aos alunos a oportunidade de fazer sua parte para um mundo melhor e mais saudável. A sustentabilidade pode e deve ser indispensável no dia a dia dos alunos, com aplicações práticas de reciclagem e consumo consciente como evitar o desperdício de água, energia e alimentos, além de valorizar empresas que se preocupam de fato com a natureza.

Mesmo que involuntariamente, as pessoas diariamente contribuem para a degradação do meio ambiente. E pela educação, os alunos podem realizar efetivamente mudanças que impactam diretamente a sua comunidade, construindo desde cedo valores sólidos de respeito entre os homens e a natureza.

Existe uma série de ações que podem ser trabalhadas nas escolas para estimular e conscientizar os alunos, desde as turmas mais novas: 

  • Criação de sistemas de reciclagem de lixo;

  • Projetos de reutilização de materiais recicláveis;

  • Criação e manutenção de hortas orgânicas;

  • Programas voltados para o plantio de árvores na própria instituição e no entorno;

  • Ações que estimulam o uso racional de água e energia elétrica para evitar o desperdício;

  • Recipientes destinados para descarte de pilhas e baterias usadas para facilitar o envio às empresas que fazem o descarte adequado;

  • Projeção de filmes e documentários que abordam sobre os impactos ambientais provocados por ações humanas com objetivo de conscientizar os alunos.

Atividades como essas fazem com que crianças e jovens vivenciem a sustentabilidade e levem experiências para toda a vida. Instituições de ensino que praticam o desenvolvimento sustentável, em conjunto com seus alunos, sabem da importância de projetar um novo futuro.

Investimento em ações perenes de sustentabilidade

Além do conhecimento técnico e geral a escola pode e deve oferecer aos seus alunos uma conscientização prática sobre a necessidade da sustentabilidade. Ações focadas na sustentabilidade, com análises teóricas e práticas sobre sua importância podem produzir cidadãos mais conscientes e capazes de fazer a diferença não só no futuro próximo, mas também no dia a dia de sua comunidade. 

Desde 2011, o Colégio Erasto Gaertner realiza projetos com temáticas como reciclagem e destino de resíduos. O objetivo é instigar os alunos sobre a importância da reciclagem ao meio ambiente. 

Ações como a disponibilização de lixeiras seletivas para destinação correta dos resíduos em espaços estratégicos e um coletor para pilhas e baterias usadas foram realizadas desde o início da atuação nessa frente de conscientização. Além disso, o colégio se preocupa e conta com alunos para a separação correta do lixo produzido no colégio, disponibilizando mais lixeiras em sala de aula para a devida separação do lixo e um caixote de madeira destinado para os papéis.

A diretoria do Erasto também observou o grande desperdício de copos descartáveis e presenteou seus alunos e colaboradores com squeezes com intuito de eliminar a utilização dos plásticos.

O estímulo pode ser criado com a criação de projetos efetivos que tenham como base a reciclagem, reutilização e redução de produção de lixo. Com o uso da criatividade e o engajamento dos alunos, eles poderão trazer novas maneiras de lidar com problemas do seu dia a dia e otimizar os recursos disponíveis dentro da sustentabilidade. 

Faça a sua parte para construir um mundo melhor com ações que visem a sustentabilidade do planeta!